Como é feito e como funciona uma campainha elétrica? - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial e Livros.

Tutomania - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial...

Login:
Senha:
Salvar |  Cadastre-se

 

Home | Arquivo | Envio | Jogos Online | Política de Privacidade | Contato

Ciência e Tecnologia / Eletrônica

Como é feito e como funciona uma campainha elétrica?


DOCUMENTO:


ESTATÍSTICAS:

Comentários: 0 (Comentar)
Nota: 5 (1 votos) (Dar Nota)
Valor: 10 crédito(s)
Enviado por: marciobmmorais (2069)
Publicado em: 03/05/06 22:56hs.

LINKS PATROCINADOS:

DOCUMENTO:

Você já imaginou como a energia elétrica, correndo silenciosamente por um fio, pode fazer soar a campainha? Se você já ficou intrigado com isso, então, esta atividade esclarecerá a dúvida para você. Você aprenderá como funciona uma campainha e, além disso, receberá instruções para construir uma, com materiais que não lhe custarão quase nada.

Se você estudar os diagramas (figuras 1, 2 e 3) a seguir, você perceberá logo como é fácil adaptar alguns pedaços de materiais, sem valor, para construir uma campainha que soará muito bem com pilhas.
Você precisará de uma tábua de (12 x 18 x 2) cm, para a base do dispositivo e dois sarrafos de (5 x 2 x 2) cm; um para sustentar o eletroímã e outro para sustentar a lâmina do vibrador. Enrole pelo menos 100 voltas de fio de cobre esmaltado #22 a 24, em torno de um parafuso de 8 cm x 1/4", para fazer o eletroímã. Deixe ficarem soltos cerca de15 centímetros de fio nas pontas, quando a bobina estiver pronta. Use uma porca e duas arruelas para formar o carretel onde o fio será enrolado.
Deixe descoberto, pelo menos 2,5 cm da rosca na extremidade do parafuso, para prender o eletroímã no bloco de madeira, como aparece no diagrama. Monte o eletroímã mais ou menos no meio da base com parafusos de tamanho apropriado.

Para fazer o vibrador ou badalo, seria excelente um pedaço de mola de relógio abrandada, que tenha pelo menos 1cm de largura. O relojoeiro de sua cidade certamente terá boa vontade em dar-lhe uma mola velha. Abrande um pedaço de mola, aquecendo-a, até ficar rubra, sobre uma chama a gás do fogão da cozinha (segurando com um alicate, é lógico!). Deixe ficar rubra e espere até que ela esfrie sozinha, lentamente. Isto diminui um pouco a rigidez da mola, e abranda-a de modo a não conservar o magnetismo. Faça um furo bem perto de uma das extremidades e dois furos, afastados entre si cerca de 2cm, na outra extremidade. Fixe um parafuso de latão de 1/8", com duas porcas, para servir de martelo à extremidade de 1 só furo. Dobre cerca de 4 cm da outra extremidade da mola formando um ângulo reto, e prenda a ao bloco de madeira, com parafusos pequenos e, prenda o bloco, por sua vez, à base (figura 3). Ele deve ser colocado de modo que a lâmina do vibrador fique afastado do eletroímã cerca de 3 mm.

Para fazer a ponta de contato, uma cantoneira de ferro de 1? (2,5cm), comprado numa loja, poderá servir muito bem como suporte e um parafuso pequeno de 1,5 cm de comprimento, de preferência de latão, dotado de duas porcas, como se ilustra na figura 3.
 Prenda isto à base com parafusos num ponto cerca de 8 cm distante do martelo do vibrador. Antes de montar a cantoneira, você deve afastar o vibrador do eletroímã, o suficiente para que, quando a ponta de contato for colocada, o vibrador vá comprimir a mesma com uma pressão bem firme. Naturalmente você deve fazer com que o vibrador seja ajeitado e experimentado antes de ser montado, de modo que ele fique a 3 mm da ponta do eletroímã, como foi sugerido antes.

Ligue o fio, antes de montar o gongo, e faça os ajustes necessários para produzir uma boa vibração do martelo. Assim você poderá determinar a posição do gongo com referência ao martelo vibrador. O esquema para a ligação dos fios pode ser entendido claramente pela figura 1. Agora ligue as duas pilhas e faça o ajuste necessário da ponta de contato, empurrando-a para dentro ou para fora. A mola de relógio deve vibrar vigorosamente. Veja se todas as ligações estão boas e se a mola de relógio foi lixada ou raspada, para o metal ficar limpo nos pontos de contato. A ponta do parafuso de contato também deve ser lixada. Enquanto o martelo estiver vibrando, segure o gongo com os dedos e procure a posição em que o martelo golpeará melhor a borda do gongo e prenda, então, o gongo à base (figura 2). Se você dobrar um pouco mais a mola ou variar a pressão dos contatos ou variar o espaço entre o vibrador e o eletroímã ou lixar de novo as pontas de contato, talvez possa encontrar o melhor desempenho no funcionamento da campainha. Observe a quantidades de detalhes que podem ser ajustados!

Agora, que você construiu esta campainha simples, se ainda houver alguma dúvida quanto ao modo pelo qual a corrente elétrica faz com que uma campainha soe, você deve estudar o caminho percorrido pela corrente: partindo da bateria ela passa pelo fio da bobina do eletroímã indo até o ponto de contato; daí para a lâmina do vibrador e, passando pela lâmina, de volta ao pólo oposto da bateria.
Note como a lâmina do vibrador é atraída subitamente pelo eletroímã e, ao fazer isso, há a interrupção do circuito na ponta de contato.

VEJA TAMBÉM:

COMENTÁRIOS:

Este documento não possui comentários. Prestigie quem o enviou e comente.

Comentar:

Título:
Autor:   Anônimo (Efetue login para comentar identificado)
Comentário:    

OPÇÕES

ENTRE COM SEU LOGIN E SENHA

Olá visitante! Para interagir com este documento, você precisa estar logado.

Login:
Senha:  
Salvar Dados  |  Cadastre-se!

O cadastro é gratis! É muito fácil e rápido fazer o seu cadastro.

Home | Termos de Uso | Sobre o Tutomania | Publicidade | Contato
2005 - 2013 ® Tutomania.